Header principal

Hospital Azambuja inaugura UTI Neonatal Maria Ogliari Venzon

Hospital Azambuja inaugura UTI Neonatal Maria Ogliari Venzon

Os dez leitos para o tratamento intensivo de recém-nascidos e bebês estarão disponíveis para atendimento a partir de segunda-feira, 4 de julho

Um dia antes de completar seus 120 anos de história, o Hospital Azambuja deu mais um importante passo: inaugurou a UTI Neonatal Maria Ogliari Venzon, estrutura que atenderá recém-nascidos e bebês de até seis meses de vida, que necessitarem de cuidados intensivos. A solenidade de inauguração foi realizada na manhã de terça-feira, 28 de junho, e foi considerada um momento histórico na cidade de Brusque.

“A UTI Neonatal para o hospital e para toda região é de capital importância. Ela vem suprir uma necessidade muito grande nos termos de saúde. Nós nos alegramos com esta inauguração, pois amanhã, 29 de junho, o Hospital completa seus 120 anos de caminhada, passo a passo, indo em frente, chegamos até aqui com dificuldades e limitações, mas aqui estamos, firmes e fortes com o apoio da comunidade, da diretoria, dos médicos e de todos”, ressaltou o diretor administrativo do Hospital Azambuja, Pe. Nélio Roberto Schwanke.

Toda estrutura da UTI Neonatal foi preparada nos últimos 30 dias, um tempo recorde, atendendo solicitação da Secretaria de Estado da Saúde, que realiza em toda Santa Catarina, a abertura de novos leitos para o enfrentamento da emergência em Saúde. A estrutura será custeada pelo Governo do Estado até dezembro deste ano, por meio de convênio assinado pelo governador Carlos Moisés em visita a Brusque no dia 15 de junho, no valor de R$ 5 milhões.

Importante ressaltar, que os equipamentos necessários para a instalação da UTI Neonatal, foram adquiridos por meio de uma emenda parlamentar no valor de R$ 2,7 milhões, encaminhada pelo então deputado estadual e médico Serafim Venzon, em seu último ano de mandato (2018). Trata-se de itens como respiradores, monitores, incubadoras, ultrassom e raio-x portáteis, entre outros, todos de alta tecnologia, para atender da melhor forma os recém-nascidos.

A UTI Neonatal recebe o nome da senhora Maria Ogliari Venzon, em homenagem à saudosa mãe do Dr. Serafim Venzon, como forma de agradecimento pelos esforços feitos por ele em prol dos recursos para aquisição dos equipamentos deste novo espaço, que representa uma conquista a toda população.

“Esta emenda encaminhada pelo deputado Serafim Venzon foi o grande ponto para esta UTI ser realidade hoje. Ele nos direcionou este recurso, essencial para aquisição dos equipamentos”, complementou Pe. Nélio.

Presente na inauguração ao lado de irmãos, esposa, filhos e sobrinhos, Serafim Venzon se emocionou ao fazer referência a sua mãe, Maria Ogliari Venzon, que dá nome à UTI Neonatal. “O Hospital Azambuja tem se modernizado nos últimos anos, por meio de uma grande ação solidária de muita gente, as empresas doaram parte de suas reservas e eu também, doei parte da minha reserva política, ao destinar estes recursos à instituição. Esta UTI significa uma oportunidade para agradecer ao povo do Vale do Rio Itajaí-Mirim e do Vale do Rio Tijucas, que me apoiou em tantas eleições, tanto na Câmara Federal quanto na Assembleia Legislativa. São milhares de pessoas, que não caberiam em uma placa, mas que estão todas representadas em nome de minha mãe, Maria Ogliari Venzon”, enfatizou.

Estrutura

A UTI Neonatal conta com estrutura para serviço de lactário, mais áreas de apoio das equipes assistenciais. Está instalada no primeiro pavimento do hospital, em área próxima à UTI Geral Adulto. Futuramente, a UTI Neonatal será alocada na nova Torre do Hospital Azambuja, que também teve sua construção contemplada por convênio com o Governo do Estado. A construção iniciará no segundo semestre de 2022.

Para atuar na UTI Neonatal, o Hospital Azambuja formou uma equipe com cerca de 55 profissionais, entre médicos, fisioterapeutas, nutricionista, equipe de enfermagem e equipe de apoio.

O prefeito Ari Vequi e o secretário municipal de Saúde, Osvaldo Quirino de Souza estiveram na cerimônia de inauguração e destacaram a importância dessa conquista para o município de Brusque. “Temos 120 mil pessoas que são atendidas pelo SUS e cada vez mais estamos buscando melhorar. A vinda da UTI Neonatal é a realização de um sonho e mais uma conquista. Sofríamos vendo as mães, os bebês sendo separados após o nascimento para serem encaminhados para outros hospitais, ou até mesmo as mães pós-parto também passando por essa situação e graças ao esforço de todos conseguimos trazer esse serviço para Brusque”, disse o prefeito.

O secretário, Osvaldo, disse ser um dia feliz para a cidade. “Precisamos comemorar as conquistas, era uma demanda que tínhamos e felizmente agora virou realidade. Teremos equipamentos de ponta para atender os recém-nascidos, vamos salvar vidas. Gostaria de agradecer a todos que estiveram envolvidos nesse ato”.

Também presente a inauguração, o secretário de Estado da Saúde, Aldo Baptista Neto, ressaltou a importância da abertura da UTI Neonatal em Brusque, que se soma aos leitos que estão sendo abertos em diversos hospitais, dentro da estratégia do governo. “Momentos como este, de inauguração, são a continuação da estratégia da situação de emergência. Conseguimos de 13 hospitais parceiros do Estado, entre eles o Azambuja, que prontamente ampliem suas equipes de trabalho e leitos neonatais. Os 10 inaugurados hoje, somam-se ao total de 82 leitos que vamos abrir, algo extremamente importante, pois acolhe a população da região, traz uma segurança para este momento, afinal de contas, nunca se vacinou tão pouco e o reflexo da atenção sobre as UTIs está no baixo diante do quadro vacinal. Por isso a estratégia passa pela ampliação da vacina, postos de saúde e UTIs. Está de parabéns a administração do Hospital Azambuja, de socorrer a população neste momento tão importante. Estes 82 leitos serão mantidos exclusivamente pelo Governo do Estado até o mês de dezembro. Neste período teremos a condição de fazer os pedidos para habilitação junto ao governo federal, para que consigamos um legado maior de todos estes leitos e assim, ampliarmos a linha de cuidados para toda população”, frisou.

Compartilhar